Seguidores

quarta-feira, 13 de julho de 2016

A amiga que está casando com ela mesma

Outro dia uma amiga me escreveu indignada com o machismo promovido por uma loja de departamentos.
Ela estava coberta de razão, era de fato um caso de machismo. Um machismo desses que a gente vê por aí todos os dias e nem se dá conta, ou até se dá mas já estamos tão acostumados a ele que nem damos muita bola.
Pois é, minha amiga deu! Ela estava sendo vítima desse machismo meio velado e tão comum.
O caso foi o seguinte : Minha amiga está indo morar sozinha, realizando um sonho antigo.
Depois de alguns anos de percalço e sofrimento, de uma separação dolorida, desemprego, frustrações ela finalmente achou um cantinho com a cara dela, no lugar onde queria e num preço razoável. Sim, porque no estado em que está a cidade do Rio com a violência batendo à porta de novo e este circo de olimpíadas, os preços dos imóveis estão longe do condizente com a realidade.
Enfim, ela achou e como de praxe quis fazer um open house/ chá de panela para comemorar e complementar a decoração e o acervo de utilidades domésticas com a ajuda dos amigos.
Até aí tudo na mais perfeita ordem.
Uma outra amiga, que ajudava a organizar a lista de presentes e a bagunça a ser feita na casa nova, sugeriu que elas se valessem da santa facilidade que a tecnologia nos oferece e fizesse uma lista virtual de sugestões de presentes, numa dessa lojas de departamentos. Animada, lá foi ela procurar no site da tal loja como fazer.
Primeiro passo : cadastro. E foi exatamente aí que o bicho pegou.
Nome do noivo :_______
???? oi??? que noivo?
"ok, vou deixar em branco e continuar"
Data do evento : ok!
Data do casamento: ______
??? oi??? que casamento meu amigo?
Não tem noivo, nem casamento! É um OPEN HOUSE!
OPEN HOUSE e não uma lista de casamento.
Ela então pacientemente voltou ao menu principal julgando ter cometido algum erro e clicado na lista errada - já que havia a opção "lista de casamento"
Não, ela tinha clicado na lista certa. Naquela que dizia "Open House"
Então porque diabos eles estavam pedindo nome do noivo e data do casamento?
Por acaso a pessoa não pode estar dando um open house justamente porque se separou? Ou, como no caso dela está indo morar sozinha?
À primeira vista pode parecer mimimi de feminazi todo esse papo de machismo e respeito ao direito de querer fazer um chá de panelas (título que por si só já é machista, afinal, nem só de panelas é feita uma casa de mulher!) para ir morar sozinha. Pensamento do qual eu muitas vezes compartilho - acho mesmo que há muito mimimi em certos discursos, mas desta vez eu tomei as dores e parei pra pensar que isso é machismo sim!
É claro que não vale um protesto com peitos de fora na frente da Camicado do Barra Shopping, mas vale sim uma reclamação no site, um textão no facebook e um post no blog da amiga (que andava muito relapsa com a atualização do blog).
A gente se acostumou a pensar que "menina só sai de casa pra casar" e mesmo esta não sendo a realidade há tempos, continuamos com isso na cabeça.
"ahhh tá procurando apartamento! vai casar?" "ahhh, chá de panela!!! Vai casar?" "ahhh está namorando! Vai casar?"
Por que a gente tem que casar para ter um apartamento, um open house ou um relacionamento feliz?
Aposto que homens não escutam "vai casar?" com tanta frequência. Nem quando procuram apartamentos, nem quando chamam os amigos para conhecer o novo apartamento - que aliás, no caso deles ainda é tratado muitas vezes como  "abatedouro" - como se as mulheres que escolhessem ir passar a noite com eles lá, não estão fazendo isso por escolha própria e talvez não levando eles para a casa delas por não quererem nenhum tipo de envolvimento a mais do que aquela noite - nada de telefone! nada de saber onde eu moro!
Mas isso é outro papo! O assunto da vez é a campanha para que os sites das lojas de departamento e presentes, não vinculem a lista de open house a uma figura masculina, a um casal hetero (até porque casais gays também fazem open house!) ou até mesmo ao evento "casamento". E principalmente a mudança de pensamento sobre essa relação estranha entre sucesso, casa nova e casamento
Ninguém precisa casar para ter casa nova! E muito menos de noivo para fazer open house!


P.s.: Minha amiga escreveu um email para o SAC da #camicado e eles responderam dizendo que o "cadastro estava normalizado". Chequei no site antes de publicar este post e notei que eles também já repararam o erro, colocando na lista de open house somente os campos ¨nome do anfitrião e data do evento". Parabéns!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário !
espero que tenha gostado do que leu!